segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

2016 acabando .......

Neste ano de fúria em todas as instancias , publicas e pessoais , no Teatro da Mafalda fizemos muito caldo de tudo isso , transformando o desespero em energia de trabalho , o desentendimento em aprendizado para a vida, últimos minutos em eternidade da vida,  enfim...  celebramos grandes amizades , grandes parcerias , grandes eventos e  sobretudo celebramos o invísivel que nos banha com sua grandeza de não -acasos ...
Ganhamos muito e perdemos muito também !!!
Antes de despedir de 2016, vamos publicar aqui tudo o que vivemos e depois damos ADEUS !!!

terça-feira, 12 de julho de 2016

terça-feira, 31 de maio de 2016

ESPALHAÇOS - Uma Circulação do Riso : CABARÉ DA MAFALDA


RELEASE
CABARÉ DA MAFALDA
 O “Cabaré da Mafalda” é um espetáculo familiar que acontece em um belo picadeiro. A mestra de cerimônia é a palhaça Mafalda Mafalda (Andréa Macera) que dividi a cena com uma trupe de palhaços atrapalhados e encantadores, atores mirins e convidados muito especiais. Mafalda Mafalda convida o público para viver a magia do circo dentro de um Cabaré de palhaços, cheio de alegria, música e dança. São seis palhaços em cena, dentre eles, Guaianazes (Alessandro Aguipe), Simpatia (Cleber Colombo), Maçaneta (Wládia Beatriz), artistas mirins Chapa-quente (Thor Colombo) e Rubine (Mel Alves), também contam com presença de um convidado especial, Spirulina (Silvia Leblon) e/ou Jasmin (Lily Curcio).

FICHA TÉCNICA

Direção| Eduardo Brasil e Ana Clara Amaral
Mestre de cerimônia e Palhaça Mafalda Mafalda| Andréa Macera
Palhaços| Guaianazes (Alessandro Aguipe), Maçaneta (Wladia Beatriz), Simpatia (Cleber Colombo)
Palhaços Convidados|  Jasmim (Lily Curcio) e Spirulina (Silvia Leblon)
Atores Mirins| Thor Colombo e Mel Alves
Figurino e cenografia| Elisa Rossin
Produção| TEATRO DA MAFALDA

O projeto ESPALHAÇOS - Uma Circulação do Riso foi contemplado pelo PROAC 11/2015 Montagem e/ou Circulaçao de Circo, realização Governo do Estado de São Paulo


segunda-feira, 15 de junho de 2015

Diário de Bordo: 1,2,3 Clássicos - Ônibus Biblioteca, Parque Peruche

Destino : Parque Peruche!

"Vamos juntos? Qual o endereço? Qual o horário?" 
Depois da ansiedade da primeira, vem a ansiedade da segunda...

12h15 na catraca do metrô Barra funda.

Papel crepon ou alface?

12h17 Gabriel me liga -Já estou na plataforma -ok.

12h20 Tamara chega.

-Trouxe crepon porque o alface tava cinco reais! Tamara vai falando enquanto me entrega a sacola.

Dentro da lotação (perua, micro-ônibus, van...) 138Y-10 Hosp. Cachoerinha seguimos pro nosso destino. 

Papo vai, papo vem, discussão, idéias, chegamos.
(Um rapaz nos avisou quando deveríamos descer)

Qual era a boa? 
Ninguém sabia da gente! 

Eu confesso que fiquei irritado, o coordenador Rodrigo (da qual eu conheci no dia do meu aniversário ano passado na "circulação do Rolezinho") disse que não estava sabendo de nada, mas iria resolver!

Quando a gente voltou da padaria ele no avisou que uma das escolas não poderiam ir, e que iria tentar em outra. -Tenho uma noticia boa e outra ruim. Vem uma escola, mas tem que começar as 14h30. 

Claro, mais tempo pra se maquiar, pra arrumar as marcações... que nada!
Quando a gente vê, uma fila de criança vem subindo pra conhecer o ônibus, elas nunca tinham entrado, tão pequena e tão poderosas. 
Desci pra interagir, já estava pronto mesmo, fui lá!

Quanta criança, todas querem falar ao mesmo tempo.Subi com elas e comecei a ser contaminado por elas, que estavam enlouquecidas, empolgadas com tudo, tudo era festa, o palhaço, os livros, o ônibus, "-Patati Patatá", "-Nãoooo. retruquei! Guaianazes, prazer!" Comecei a pular, elas começaram a pular, e depois desci, precisava saber como estava as coisas. 

O ônibus iria descer em frente a escola e as crianças iriam juntos, fui também...
-Todos sentados, o ônibus vai andar! Gritaria, festa, alegria!
Quando o ônibus desceu lá vai eu organizar as crianças pra descer, o que eu inventei? De descer todas, uma por uma no chão, só uma não veio, tinha medo de palhaço!

Outra sala chega e mais outra! Tudo preparado, vai começar!


"Quando começa?" 

No dia 11/06 essa questão ficou na minha cabeça depois da apresentação no Largo Peruche. As crianças chegaram antes da hora estipulada e nós, 3 palhaços ansiosos, começamos a interagir com elas. Quando "começamos" o espetáculo a relação já estava estabelecida. O jogo entre público e palhaços era completamente diferente. Era um jogo que já havia começado antes do espetáculo começar! Inocência a minha achar que quando colocássemos a musica inicial o botão reset seria apertado. O BOTÃO RESET NÃO EXISTE! Simples assim! "O jogo começa antes da cena, sua besta!" E repensando bastante sobre isso, chego a conclusão que o jogo começa quando coloco meu figurino na mochila, quando pego o ônibus, quando encontro meus parceiros. É... O jogo é eterno! Que bom!


Boa tardeee! Começou o Otto...
Boa tardeeeeeeeeeeeeeee, gritaram todos.

E realmente a tarde no Parque Peruche foi realmente boa. 
Boa de guardar no peito e lembrar daquela multidão de criança rindo e sorrindo, interagindo. 

Elas queriam participar a todo custo, e participavam.

Obrigado Parque Peruche, por essas crianças lindas e pela Vanderléia da Padaria Santa Eudóxia, por R$4,00.

Alessandro Aguipe/Guaianazes
Tamara Borges/Capitu














quinta-feira, 11 de junho de 2015

Diário de Bordo: 1,2,3 Clássicos - Ônibus Biblioteca, Jardim Guaraú!



Primeira apresentação: Ansiedade!
Chegamos pra nossa primeira apresentação e ninguém sabia - O que fazer? Comer.
Como era nossa primeira apresentação, chegamos todos sem almoçar e com uma hora de antecedência. Por quê não almoçar? Fomos comer no "Marmitex do Val" (acho que era esse nome) e quando a gente voltou a boa notícia: Uma sala viria nos assistir! Ufa, escapamos de ter que apresentar para as pombas, que eram um público razoável, mas acredito que instável, elas voam demais.

Tudo preparado, vamos começar! 


"É uma menina", escutei durante o galope inicial do espetáculo. O público era composto por crianças de aproximadamente 4 anos e elas tinham um imaginário próprio. E nesse imaginário palhaço é homem. Quantas funções são ocupadas por homens nesse imaginário? Qual o papel da mulher? O que pode? O que não pode? Os olhos fascinados mostravam que o "1,2,3 Clássicos" era importante para aquelas crianças naquele momento. Não satisfeita, uma das estudantes sentiu a necessidade de reafirmar minha condição feminina. "Você é palhaça menina" "Sou" "Você é linda".

Aquela menina se sentiu representada e empoderada. Existe palhaça menina SIM! E se reclamar vai ter mais! 


-Ele vai jogar água em você -grita uma criancinha pra Capitu. Eu faço 'psiu!' com a boca, pedindo cumplicidade, mas não rolou! Quando levo um banho de água fria do Otto, outra criança grita: -Bem feito -e repete mais duas vezes. 
Por dentro estava muito feliz, por fora tinha que mostrar que estava horrorizado, fazia parte da brincadeira.

No fim, outra sala de alunos chega e pede pra gente dar uma palhinha, e pensamos 'por quê não?'
E todos gritam: Cavalinhos, cavalinhos, cavalinhos!

E o relinchar começa, e nós nos posicionamos e recomeçamos.

Pra quem só tinha as pombas, fazer -quase- duas sessões é uma benção palhacística. 

Alessandro Aguipe/ Guaianazes
Tamara Borges/ Capitu





sábado, 6 de junho de 2015

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

ENCONTRO INTERNACIONAL MULHERES PALHAÇAS

O TEATRO DA MAFALDA existe desde 2005 e nasceu da experiência da artista Andréa Macera no teatro e na palhaçaria.  Em 2009, além das parcerias com outros grupos como Barracão Teatro, Seres de Luz Teatro, e artistas como Rhena de Faria e Caco Mattos, o Teatro da Mafalda trouxe novos integrantes: Alessandro Aguipe como artista e produtor e Eduardo Brasil como responsável técnico. Desde então vem produzindo espetáculos, números, diversos cabarés, cursos de palhaços e a Oficina Escola de Palhaças, já na sua 3ª edição.
Em 2013 realizou o Pré–Encontro Nacional de Mulheres Palhaças-SP, convidando diversas artistas circenses e palhaças brasileiras,  empreendendo um enorme e rico fórum de ideias para a realização de um festival de dimensão internacional em São Paulo em 2014.
Em  2014, nós do Teatro da Mafalda temos o imenso prazer de produzir e trazer para a cidade de São Paulo o I Encontro Internacional de Mulheres Palhaças-SP,  evento sobre comicidade feminina. O encontro surge como necessidade de fomentar uma rede de discussões sobre a atuação feminina na arte do palhaço, fazendo assim uma conexão com diversos festivais tanto no Brasil quanto no mundo, em lugares como Recife, Rio de Janeiro, Brasília, Áustria, Finlândia e Portugal.

O Encontro de São Paulo será o 7º no mundo sobre o tema, trazendo atrações nacionais e internacionais, com uma incrível diversidade de tipos cômicos, através de  espetáculos  e cabarés, além de mesas de debate, oficinas, vivências artísticas, aula-espetáculo, demonstrações técnicas.




DIA 6/10:

16h: Abertura do evento
A equipe do Teatro da Mafalda, organizadora do evento, recebe o público para o encontro, que homenageia a Velha Guarda do Circo, que costumava se encontrar todas as segundas ao lado do Centro da Memória do Circo. Shows e espetáculos de humor completam a festa.
Centro de Memória do Circo - Av. São João, 473, centro, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3397-0177. 60 min. 80 lugares. Livre. Grátis.
Alessandro Aguipe e Mafalda Mafalda (Andréa Macera)

19h: Espetáculo "Spaghetti"
Lily Curcio e Vanderléia Will, da Cia. Seres de Luz Teatro, de Santa Catarina, estrelam o espetáculo cômico. A trama mostra a inauguração do elegante restaurante Estilo Bistrô. Porém, um brinde exagerado pode colocar tudo a perder.
Galeria Olido - sala Olido - Av. São João, 473, centro, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3331-8399. 293 lugares. 55 min. Livre. Grátis. 
Spaghetti com Seres de Luz Teatro







DIA 7/10

11h - Demonstração Técnica: "Os Sete Lados do Ridículo"
Naomi Silman, do Grupo Lume, ministra a demonstração, resultado de uma pesquisa sobre o palhaço e do intercâmbio com a diretora artística do canadense Theatre Centre, Sue Morrison. Ela propõe mesclar a tradição do palhaço norte-americano, sagrado nas antigas tribos indígenas, com o "clown" europeu. Naomi mostrará aspectos básicos para a construção do personagem.
Centro Cultural da Penha - lgo. do Rosário, 20, Penha, zona leste, São Paulo, SP. Tel.: (11) 2295-0401. 20 vagas. 60 min. Livre. Grátis.

Os Sete Lados do Ridículo com Naomi Silman foto_Arthur Amaral

17h - Espetáculo: "Circuluz Brincante" (Trupe Circuluz, Cia de Artes) com Raquel Franco. (MA) - Direção: Raquel Franco // Duração 50 min. // LIVRE
No espetáculo de rua da Trupe Ciculuz Cia. das Artes, do Maranhão, a palhaça Keke apresenta números de dança, malabarismo e acrobacia em tecido.
Pça. Coronel Fernando Prestes, 74, Bom Retiro, São Paulo, SP. S/ tel. 50 min. Livre. Grátis.
Circuluz Brincante com Trupe Circuluz, Cia das Artes

19h - Espetáculo: "Pelo Cano"
Paola Musatti e Vera Abbud, da Cia. Pelo Cano e também integrantes dos Doutores da Alegria, interpretam duas palhaças que utilizam objetos do cotidiano, como dinheiro, fita crepe e um sifão de pia. Nas mãos delas, no entanto, esses objetos ganham outras funções além daquelas do dia a dia.
Centro Cultural da Penha - teatro Martins Penna - lgo. do Rosário, 20, Penha, zona leste, São Paulo, SP. Tel.: (11) 2295-0401. 128 lugares. 60 min. Livre. Grátis.
Pelo Cano com Cia.Pelo Cano 


21h - Cabaret'rans
Com direção de Caco Mattos, as figuras mais extravagantes do Encontro desfilam nesta noite.
Centro Cultural da Penha - lgo. do Rosário, 20, Penha, zona leste, São Paulo, SP. Tel.: (11) 2295-0401. 200 lugares. 60 min. Não recomendado para menores de 16 anos. Grátis.
Caco Mattos, Alessandro Aguipe e Arce Correia uns dos convidados do Cabaret'rans 





DIA 8/10

11h - Aula: "Eu, Eu Mesma e Dona Negron"
Cida Almeida ministra a palestra, que explora três formas expressivas: a palavra, a música e o palhaço.
Centro Cultural da Penha - teatro Martins Penna - lgo. do Rosário, 20, Penha, zona leste, São Paulo, SP. Tel.: (11) 2295-0401. 128 lugares. 60 min. Livre. Grátis.


15h - Mesa redonda: As mulheres no circo e as palhaças
Com mediação de Sarah Monteath, Ermínia Silva (da Unesp), Guaraciaba Malhone e Iracema Cavalcante (do Circo Guaraciaba) conversam sobre a construção feminina do palhaço e a participação das mulheres no circo.
Centro de Memória do Circo - Av. São João, 473, centro, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3397-0177. 60 min. 80 lugares. Livre. Grátis.


21h - "Cabaré: Noite de Gala"
Misto de festa e espetáculo, o Cabaré do Encontro traz apresentações musicais, números de mágica, mímica e teatro, protagonizadas pelas mulheres palhaças que participam do evento.
Sesc Pompeia - choperia - r. Clélia, 93, Pompeia, zona oeste, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3871-7700. 800 lugares. 90 min. Proibido para menores de 18 anos. Ingr.: R$ 5 a R$ 25.

DIA 9/10

10h - Oficina de Cortejo
Naomi Silman, do Grupo Lume, ministra a oficina e ajuda os alunos a explorarem a relação entre o corpo e o espaço cênico da rua. Ela apresenta possibilidades de jogos cênicos e intervenções, além do estudo do cortejo como dramaturgia. A oficina tem duração de três horas.
Galpão do Folias - r. Ana Cintra, 213, Campos Elíseos, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3361-2223. 20 vagas. Inscrições pelo e-mail encontrodemulherespalhaças@gmail.com. Livre. Grátis.
*
15h - Mesa: Questões de Gênero e as Palhaças
Lucia Romano (da Unesp), Tiche Viana (do Barracão de Teatro) e Sylvia Cavasin (Ecos) debatem sobre diferentes temáticas para a criação de personagens masculinas, femininas ou sem gênero definido.
Centro de Memória do Circo - Av. São João, 473, centro, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3397-0177. 80 lugares. 60 min. Livre. Grátis.
*
20h30 - Espetáculo: "Paraíso na Terra"
A austríaca Elke Maria Riedman interpreta Frau Heimpl, uma mulher que dedicou anos a cuidar de sua mãe. Depois que ela morre, Heimpl decide, finalmente, viver sua vida e ajudar a melhorar o mundo.
Sesc Vila Mariana - auditório - r. Pelotas, 141, Vila Mariana, zona sul, São Paulo, SP. Tel.: (11) 5080-3000. 131 lugares. 60 min. Não recomendado para menores de 12 anos. Ingr.: R$ 9 a R$ 30
DIA 10/10
10h - Oficina de Cortejo
Naomi Silman, do Grupo Lume, ministra a oficina e ajuda os alunos a explorarem a relação entre o corpo e o espaço cênico da rua. Ela apresenta possibilidades de jogos cênicos e intervenções, além do estudo do cortejo como dramaturgia. A oficina tem duração de três horas.
Galpão do Folias - r. Ana Cintra, 213, Campos Elíseos, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3361-2223. 20 vagas. Inscrições pelo e-mail encontrodemulherespalhaças@gmail.com. Livre. Grátis.
*
15h - Mesa Branca
Adelvane Néia, Andréa Macera e Beth Dorgam conversam sobre o papel e importância do palhaço Branco, parte da dupla cômica Branco e Augusto.
Centro de Memória do Circo - Av. São João, 473, centro, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3397-0177. 80 lugares. 60 min. Livre. Grátis.
*
20h - Espetáculo: "Les Hommes Ont Deux Pattes de Moins que les Animaux", com Hélène Gustin (FRA)
SESC Bom Retiro - Teatro // Alameda Nothmann, 185 - Bom Retiro // R$ 30,00, R$ 15,00 e R$ 9,00 // 291 LUGARES // Tel.: 11 3332-3600
A francesa Hélène Gustin interpreta Colette Gomette, uma mulher borracha, animal e primitiva, vinda de um planeta distante. Na Terra, ela explora o ambiente e se esforça para se integrar na sociedade.

Sesc Bom Retiro - teatro - al. Nothmann, 185, Bom Retiro, centro, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3332-3600. 291 lugares. Ingr.: R$ 9 a R$ 30.

21h - Espetáculo: "Jardim"
As baianas Felícia de Castro e Suzana Miranda representam as palhaças Bafuda e Ricota, que gostam de plantar flores. Com humor, o espetáculo aborda o conflito das relações humanas e os estereótipos femininos por meio de situações como um jogo de futebol, uma guerra e uma festa ao som de funk.
Teatro Cacilda Becker - r. Tito, 295, Lapa, zona oeste, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3864-4513. 198 lugares. 90 min. Não recomendado para menores de 14 anos. Grátis.

-
DIA 11/10
13h - Oficina: O Palhaço da Cara Preta
Ministrado pelos pernambucanos Geziela Goes, e Mestre "Martelo" (Sebastião Pereira de Lima) e pelos paulistas Alício Amaral e Juliana Pardo (da Cia. Mundu Rodá de Teatro Físico e Dança), o workshop dura quatro horas e aborda as técnicas de "clown", de música e de dança. Após a oficina, eles fazem uma apresentação.
Unesp - Circo da Barra - r. Bento Teobaldo Ferras, 271, Barra Funda, zona oeste, São Paulo, SP. Tel.: (11) 2292-7071. 20 vagas. Inscrições pelo e-mail encontrodemulherespalhaças@gmail.com. Grátis.

19h - Espetáculo: "The Substitute"
A austríaca Anna de Lirium (conhecida como Tanja Simma) vive uma mulher que busca a felicidade em um mundo obscuro. A história, baseada em fatos reais, tem ação, suspense, romance e tragédia.
Sesc Bom Retiro - teatro - al. Nothmann, 185, Bom Retiro, centro, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3332-3600. 291 lugares. 90 min. Não recomendado para menores de 12 anos. Ingr.: R$ 9 a R$ 30.
*
21h - Espetáculo: "Spathódea"
Com suas palhaçadas, Spirulina (Silvia Leblon, da Cia. dos Anjos) revela segredos de seu mundo particular. O espetáculo faz paralelos entre a morte e a vida, desejos e superações.
Teatro Cacilda Becker - r. Tito, 295, Lapa, zona oeste, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3864-4513. 198 lugares. 60 min. Não recomendado para menores de 14 anos. Grátis.
*
23h - Festa: Sambada de Palhaças
Na reta final do Encontro, há uma festa aberta ao público.
Espaço Galpão - r. Faustolo, 101, Pompeia, zona oeste, São Paulo, SP. Tel.: (11) 2893-5956. 90 min. Não recomendado para menores de 18 anos. R$15,00

DIA 12/10
10h30 - Cortejo no Minhocão: Elevado de Mulheres Palhaças e Outros Gêneros Núcleo de Oficinas na Rua // LIVRE
As artistas desfilam pelo Minhocão, fazendo palhaçadas, e convidam o público a participar do cortejo. Com o Núcleo de Oficinas na Rua.
Elevado Costa e Silva, s/nº, centro, São Paulo, SP. S/ tel. Livre. Grátis.
*
18h - Espetáculo: "Anna de Lirium: Alive! In concert!"
A austríaca Anna de Lirium (conhecida como Tanja Simma) espera a chegada do produtor em um estúdio de gravação, com quem terá uma entrevista de emprego. Ela pega no sono e começa a sonhar que é uma estrela da música.
Centro Cultural da Penha - lgo. do Rosário, 20, Penha, zona leste, São Paulo, SP. Tel.: (11) 2295-0401. 128 lugares. 45 min. Não recomendado para menores de 12 anos. Grátis.
*
18h - Cabaré das Neófitas
Esse cabaré traz à cena números das palhaças da Escola de Palhaça e números de palhaças iniciantes.
Teatro Cacilda Becker - r. Tito, 295, Lapa, zona oeste, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3864-4513. 198 lugares. 60 min. Não recomendado para menores de 12 anos. Grátis.
*
18h - Espetáculo: "Sobre Tomates, Tamancos e Tesouras"
O Teatro da Mafalda encerra o Encontro com o espetáculo de suspense –um jogo de enigmas que, aos poucos, revela quem é Mafalda Mafalda. Com humor negro, ela tenta convencer o público e um delegado de que é inocente da acusação de um crime.
Sesc Bom Retiro - teatro - al. Nothmann, 185, Bom Retiro, centro, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3332-3600. 291 lugares. 60 min. Não recomendado para menores de 12 anos. Ingr.: R$ 7 a R$ 24.


quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

2 a 7 de DEZEMBRO


2 a 7 de dezembro
 Local – Espaço Guarda Chuva
Rua Lavradio, 141 Barra Funda

 “Escola de Palhaças”
Oficina intensiva de palhaça
ministrada por Andréa Macera
Horário – das 14h às 18h
15 vagas
ÚLTIMAS VAGAS

R$350, 00

4 vagas para ouvintes/pesquisadoras